Posts Tagged 'Lost'

Countdown de V revolta fãs e produtor de Lost

A ABC inseriu um relógio no canto da tela ontem a noite com um countdown de quanto tempo faltava para a volta do hiatu de ‘V’. A decisão revoltou não só fãs, mas também o produtor Damon Lindelof.

“Para o executivo da ABC que colocou o relógio… eu te odeio!”, twittou um colunista da ESPN. Allan Sepinwall, crítico famoso de televisão, também se mostrou irritado com a decisão: “foi ridículo”.

Por fim, Lindelof também twittou sobre o ocorrido: “Sim, pessoal, eu vi também. Chorei até adormecer”.

Audiência TV americana – 10/11

Depois de uma series premiere arrasadora, quebrando recordes, o episódio desta semana de ‘V’ decepcionou na audiência, permanecendo no ar a dúvida: qual série será o próximo ‘Lost’?

Atraidos pela nostalgia da série original e pela forte campanha de marketing do remake, a audiência do piloto foi impressionante (tal qual outros remakes atuais como ‘Knight Rider’ e ‘90210’).

v

O segundo episódio de ‘V’ foi visto por 10.6 milhões de pessoas e fez 3.7 pontos na demo qualificada 18-49, uma queda de 29% em relação a semana passada. Esta foi a maior queda de uma série nesta fall season. Apesar de todos os poréns, ainda sim é um bom número, especialmente para um drama novato. Se ‘V’ manter os números deste segundo episódio, por exemplo, não terá problemas em conseguir uma temporada completa e até um segundo ano.

A queda colocou ‘V’ no segundo lugar no horário das 20h, atrás de ‘NCIS’ da CBS que atraiu quase o dobro de telespetadores: 20.2 milhões, fazendo 4.2 pontos na demo, reassumindo o controle do horário.

A CBS venceu a noite com ‘NCIS’, ‘NCIS: Los Angeles’ (16.2 milhões e 3.7 pontos) e ‘The Good Wife’ (12.9 milhões e 2.7 pontos).

Além de ‘V’, a ABC levou ao ar ‘Dancing With the Stars’ (15.5 milhões e 3.4 pontos), que subiu 10% com Susan Boyle como participação especial, ‘In the Spotlight with Robin Roberts: All Access Nashville’ (9.6 milhões e 2.4 pontos – audiência 26% maior que a performance de ‘The Forgotten’ na semana passada).

A NBC ficou logo atrás da ABC, exibindo ‘The Biggest Loser’ (9.6 milhões e 3.7 pontos) e ‘The Jay Leno Show’ (5.7 milhões e 1.9 ponto).

A Fox exibiu ‘So You Think You Can Dance’ em queda de 8%: 5.7 milhões e 2.3 pontos.

Já a CW merece uma reflexão maior: a emissora nos últimos anos, principalmente nesta fall season, parece tão preocupada em entregar shows sobre garotas anoréxicas enviando SMS umas as outras, mas são outras séries, com temáticas mais familiares que vêm chamando a atenção positivamente nos números, como é o caso de ‘Vampire Diaries’ e ‘Smallville’. Talvez, para o próximo ano, a emissora deveria se preocupar menos em fashionistas e mais em séries mitológicas. Fica a dica.

De qualquer forma, a emissora exibiu ‘90210’ (2.2 milhões e 1.2 ponto) que subiu 20%, alcançando sua melhor audiência esta temporada, mas já ‘Melrose Place’ (1.3 milhão e 0.7 ponto) alcançou a pior audiência de sua história. Todas as fichas agora vão para Heather Locklear. Aposta perigosissíma, eu diria.

Os indicados ao People’s Choice Awards 2009

Sairam os nomes que vão concorrer ao People’s Choice Awards 2009. ‘Twilight’ e ‘True Blood’ estão entre os mais votados. Os fãs dedicaram mais de 18 milhões de votos para as duas atrações.

‘Twilight’ é o favorito a Melhor Filme, Franquia e Melhor Elenco (Kristen Stewart, Robert Pattinson e Taylor Lautner). Stewart e Pattinson também concorrem individualmente por Melhor Atriz e Melhor Ator, enquanto Lautner concorre a Melhor Revelação.

people

‘True Blood’ foi nomeado para o prêmio Maior obsessão e Melhor Série Sci-Fi/Fantasia, enquanto Anna Paquin concorre a melhor Atriz de Drama.

Os fãs podem votar em seus favoritos no site oficial da premiação.

Veja aqui a lista completa de indicados relacionados a TV:

Série de Drama

CSI
Grey’s Anatomy
House
Lost
NCIS

Série de Comédia

Desperate Housewives
How I Met Your Mother
The Big Bang Theory
The Office
Two And a Half Men

Ator de Drama

Hugh Laurie
Kiefer Sutherland
Mark Harmon
Matthew Fox
Patrick Dempsey

Atriz de Drama

Anna Paquin
Blake Lively
Jennifer Love Hewitt
Katherine Heigl
Mariska Hargitay

Ator de Comédia

Alec Baldwin
Charlie Sheen
Jim Parsons
Neil Patrick Harris
Steve Carell

Atriz de Comédia

Alyson Hannigan
America Ferrera
Amy Poehler
Eva Longoria Parker
Tina Fey

Maior Obsessão na TV

Dexter
Gossip Girl
The Hills
The Secret Life of The American Teenager
True Blood

Talk Show

Chelsea Lately
Live with Regis & Kelly
The Ellen DeGeneres Show
The Oprah Winfrey Show
The Tyra Banks Show

Série de Sci-Fi/Fantasia

Heroes
Lost
Supernatural
The Vampire Diaries
True Blood

Show de Competição

American Idol
Dancing With the Stars
Project Runway
So You Think You Can Dance
Survivor: Samoa

Nova Série de TV

V
Eastwick
FlashForward
Melrose Place
Mercy
The Forgotten
The Good Wife
The Vampire Diaries
Three Rivers
NCIS: Los Angeles

Audiência TV americana – 03/11

Eles vieram para dominar os EUA, mas acabaram domindo o primetime. ‘V’, remake da série clássica dos anos 1980, estreou na última terça na ABC e foi o novato melhor posicionado na demo qualificada 18-49 da fall season.

‘V’ foi vista por ótimos 14.3 milhões de telespectadores. Mas melhor mesmo foi sua demo: 5.2 pontos. Melhor ainda, é que ‘V’ é exibida às 8h na emissora, e a ABC não vê números bons assim desde a series premiere de… ‘Lost’. Para se ter uma idéia do sucesso da audiência do piloto, os números foram 213% maiores que os da semana anterior, quando a ABC exibiu ‘Shark Tank’.

v

A grande competição da série alienígena foi ‘NCIS’, que foi o show mais assistido da noite com 20.2 milhões de telespectadores e 4.3 pontos na demo qualificada. ‘V’ ganhou 4% de sua primeira meia hora para a segunda.

Foi noticiado essa semana que a ABC trocou o showrunner da série antes mesmo dela estrear. Então ficamos com a dúvida: será que a série terá fôlego para se manter ou crescer? Ou essa audiência foi resultado do buzz gerado nos útimos meses? Falo isso porque ‘FlashForward’, a outra grande aposta da emissora para a fall season, estreou muito bem na audiência, mas vem tendo ligeiras quedas semana após semana – e também já mudou seu showrunner (ta na moda…).

Mesmo com a boa audiência de ‘V’, a ABC ficou em segundo, um pouco atrás da CBS que, claro, ganhou a noite. ‘NCIS’ parece não ter sido muito impactada pela estreia do sci-fi da ABC, já que perdeu apenas 9% de sua audiência quando comparada ao seu último episódio inédito, exibido duas semanas atrás. A CBS também exibiu ‘NCIS: Los Angeles’ (15.3 milhões e 3.6 pontos) em queda de 8% e ‘The Good Wife’ (12.2 milhões e 2.7 pontos) que venceu em seu horário.

Após a exibição de ‘V’, os telespectadores não continuaram com a TV ligada ao que parece, já que ‘Dancing With the Stars’ (15.1 milhões e 3.1 pontos) ficou estável na audiência, enquanto ‘The Forgotten’ (7.3 milhões e 1.9 ponto) caiu ligeiramente.

A NBC exibiu duas horas de ‘The Biggest Loser’ (9.1 milhões e 3.5 pontos) e teve queda de 10%. ‘The Jay Leno Show’ (6 milhões e 2.0 pontos) finalmente foi bem, subindo 11% na audiência.

A Fox exibiu ‘So You Think You Can Dance’ (6.1 milhões e 2.4 pontos) e a CW exibiu ‘90210’ (1.9 milhão e 1.0 ponto) e ‘Melrose Place (1.5 milhão e 0.8 ponto).

LOST: Revelado qual ator se recusou a voltar

Mês passado escrevi sobre um ator do elenco original de ‘Lost’ que não deseja voltar para o ano derradeiro da série. A notícia era verdadeira, mas ninguém sabia dizer exatamente quem era esse ator, ou atriz.

lost

Mas agora a informação vazou. De acordo com o site do E!, a pessoa era a atriz Maggie Grace, a Shannon. Segundo o veículo, representantes da atriz negam que ela tenha assinado um contrato garantindo seu retorno, e confirmam que ela foi sim convidada.

Segundo seus assessores, a recusa de Maggie seria pela falta de tempo em sua agenda, já que a atriz estava comprometida com três longas seguidos.

Agora que estes longas já foram filmados, será que Maggie Grace voltará? Espero que sim.

VÍDEO: Promo da última temporada de Lost

Não, o promo não tem nenhuma cena inédita. Mas é o primeiro promo de divulgação da última temporada da série mais cultuada dos últimos anos. É o suficiente.

(Via @DudeNews)

William Atherton confirmado em Lost

William Atherton, estrela de ‘Duro de Matar’ e ‘Caçadores de Fantasmas’, está confirado no elenco do sexto e derradeiro ano de ‘Lost’.

Quem soltou a notícia com exclusividade foi Carlton Cuse, produtor executivo da série, que lançou uma série de tweets ontem confirmando a participação:

“Damon (Lindelof) e eu somos fãs de ‘Duro de Matar’ e estamos muito felizes que Atherton vai participar de ‘Lost’. A vida é boa!”

Ator de Lost não quer voltar para temporada final

É a série mais hypada dos últimos anos. Uma das séries mais cultuadas da história da televisão. Um dos programas mais assistidos por todo o mund. E mesmo assim, um dos atores do elenco principal não deseja voltar para a temporada final de ‘Lost’.

lostfinalseason

Fontes dentro da ABC afirmam que apesar de todo o elenco original da série já ter dado as caras no Havaí para gravações da temporada derradeira, um membro em particular ainda não apareceu nem parece que vai aparecer nos sets de gravação da série.

Quem será?

A pessoa ligada a emissora não fala quem é, mas diz que é alguém que assumiriamos que gostaria muito de voltar. Quem com certeza não é, é Ian Somerhalder, o Boone, que foi visto esta semana no estado norte-americano gravando cenas para o programa.

Palpites?

Poster: A última temporada de Lost

Poster da última temporada de ‘Lost’. Reparem no Locke de costas (bem ao centro). Seria ele o antagonista do ano final?

lost

NBC exibirá nova série de JJ Abrams

A mídia especializada noticiou ontem que JJ Abrams estava fazendo leilão de seu novo projeto entre as principais emissoras abertas norte-americanas. Até aqui nenhuma novidade, já que ano passado o produtor fez a mesma coisa com ‘Fringe’, batalha vencida pela Fox.

Beverly Hilton

Mas desta vez quem levou a melhor foi a NBC. A emissora deu o lance mais alto e exibirá o novo projeto de JJ, um drama de aventura sobre um casal espião. A idéia da série é ser uma homenagem aos grandes clássicos de espionagem da TV.

O piloto foi co-escrito por Abrams e Josh Reims (‘Felicity’). A produção ficará a cargo da Warner Bros TV, onde a Bad Robot, produtora do criador de ‘Lost’, é afiliada.

Roteirista de Lost e Six Feet Under prepara nova série para a CBS

Craig Wright, criador de ‘Dirty Sexy Money’, se uniu ao produtor Mark Burnett para criar um novo projeto para a CBS.

Ainda sem título, o piloto, escrito por Wright, será produzido pela Sony Pictures TV e fala sobre um advogado que após um acidente de carro quase fatal, recebe uma segunda chance do fantasma de sua ex-mulher.

O roteirista também está atrelado a produção, ao lado de Burnett e sua mulher, Roma Downey. O acordo com a CBS possui uma multa com grande compensação financeira caso o piloto não se transforme em seriado.

Para quem não é familiarizado com Craig Wright, foi roteirista de ‘Lost’ e ‘Six Feet Under’, ganhando um WGA Award pela primeira e um Emmy pela segunda. Wright também foi produtor executivo de ‘Brothers & Sisters’, drama da ABC.

Dharma Day: Entrevista com fãs de Lost

Passei uma tarde na Livraria Cultura do Market Place cobrindo o Dharma Day para o Vírgula. O Dharma Day é um encontro bem bacana dos fãs de ‘Lost’.

more about “Dharma Day: Entrevista com fãs de Lost“, posted with vodpod

Rapidinhas do Twitter – Semana 21/09

*post atualizado durante toda a semana.

Debandada no elenco de ‘Law & Order: CI’

Segundo fontes do seriado, é de se esperar que os atores Vincent D’Onofrio, Kathryn Erbe e Eric Bogosia deixem a produção da franquia ao longo da nona temporada.

Julianne Nicholson deixou o programa na temporada passada, com isso, a esperança de Dick Wolf caem nos ombros de Jeff Goldblum, que entrou para o elenco fixo na última temporada, ao lado da atriz Saffron Burrows.

Atriz de Gossip Girl ganha medida cautelar contra ex-marido

Kelly Rutherford, a Lily do seriado ‘Gossip Girl’, exibido pela CW, obeteve esta semana uma medida cautelar contra o ex-marido Daniel Giersch, segundo a revista People.

A atriz procurou a justiça depois que Giersch começou a seguir a atriz, sua mãe e a babá de seus filhos, além de seguidas ameaças.

O ex-casal briga pela disputa dos filhos desde 2008.

Qualidade ou propaganda?

O NYT publicou uma matéria interessante em seu site indagando sobre a qualidade da programação da TV norte-americana: teria ela melhorado ou a propaganda e o famigerado buzz é que anda fortes? Clique aqui para ler.

ABC prepara nova série policial

Depois de estrear ‘The Forgotten’, de Jerry Bruckheimer, ABC já prepara ‘Hopscotch’, cop show do produtor para a próxima temporada. O piloto está sendo escrito por Chris Levinson.

Os detalhes até aqui são poucos, mas parece se tratar de uma série de investigações de homicídios durante diversos dias não-consecutivos.

Detalhe curioso: Chris Levinson, o roteirista, é filho de Richard Levinson, produtor famoso por ter estabelecido o gênero na TV norte-americana com shows como ‘Columbo’ e ‘Murder, She Wrote’.

Gossip Girl da vida real

A CW encomendou a produção de um piloto de reality show sobre uma gossip girl da vida real. A emissora explorará a vida de jovem e rica Tinsley Mortimer, socialite de Manhattan. Mortimer é apontada pelos jornalistas de celebridades – e pela Nylon – como a “next big thing”.

A jovem também participou da season premiere da segunda temporada de ‘Gossip Girl’ e foi juri do programa ‘Fashion Show’, que vai ao ar no canal a cabo Bravo, nos EUA.

A demanda para este novo reality é de oito episódios de meia hora. A produção executiva é de Andrew Gassman e Mike Aho.

ABC estreia ‘FlashForward’

A ABC leva ao ar hoje a series premiere de ‘FlashForward’, piloto mais guardado da fall season norte-americana.

O NYT escreveu uma crítica do piloto que é destaque na Home de Arts da versão online do jornal. Clique aqui para ler. Quanto a minha opinião sobre o piloto, foi publicada na Revista Paradoxo. E, claro, aqui no blog.

Jennifer Morrison, a Cameron, está saindo de ‘House’

A Entertainment Weekly deu agora pouco com exclusividade: a atriz Jennifer Morrison, que por cinco temporadas interpretou Cameron em ‘House’, está se despedindo do seriado.

O que foi dito é que a atriz não teria pedido desligamento ou sido demitida. Esta seria uma decisão criativa da produção. Considerando que Jesse Spencer continua na série no papel de Chase, já da pra ter uma idéia do que vai acontecer, né?

Stephen Root vai participar de ’24 Horas’

O ator Stephen Root vai participar de dois episódios do oitavo dia mais difícil da vida de Jack Bauer. Root fará o papel de Ben Prady, oficial do Departamento de Correção. O ator já foi visto este ano no drama ‘True Blood’, da HBO.

Oito cenas que não queremos ver

O TV Guide fez uma lista divertida das oito cenas de sexo que NÃO queremos ver na TV. Confira aqui.

Quer saber tudo que vai acontecer na sua série favorita?

Spoilers de ‘CSI’, ‘True Blood’, ‘The Office’, ‘Fringe’, ‘Dexter’, ‘Bones’, ‘Heroes’, ‘Heroes’, ‘Mad Men’, ‘Smalville’ e muito mais, aqui.

Retornos e estreias na TV

Para quem ainda não viu ‘FlashForward’, um dos pilotos mais antecipados da fall season, vale a pena deletar o pre-air e baixar o piloto em HD, que vai ao ar hoje nos EUA. Outras séries que voltam hoje: ‘Grey’s Anatomy’, ‘CSI’ e ‘The Mentalist’.

Simon Cowell e Fox querem versão americana de ‘X Factor’

A Fox está prestes a fechar um contrato milionário com Simon Cowell, que além de juri do ‘American Idol’, é criador do show de talentos britânico ‘X Factor’.

Já faz tempo que o jurado demonstra vontade de trazer sua cria inglesa para a tv norte-americana, mas seu contrato com ‘American Idol’ sempre o impediu.

Mas agora parece que o desejo é mútuo e as primeiras conversas já aconteceram. A idéia da Fox é ter uma versão US de ‘American Idol’ para a temporada 2011-2012 e assim, segurar Cowell como jurado de Idol até a mesma época.

Em movimento ousado, CW encomenda temporadas completas

A CW parece determinada a ganhar a confiança de seus fãs (tem alguém ai?). Na noite de ontem, em atitude surpreendente, a emissora encomendou novos episódios ao drama ‘One Tree Hill’ e as novatas ‘Vampire Diaries’ e ‘Melrose Place’.

O canal aberto havia encomendado apenas 13 episódios do drama veterano, mas agora com o anúncio, a temporada completa está confirmada. Quanto a Diaries, a aposta é grande, já que o novo drama teen-vampiresco teve a premiere mais assistida da história da CW.

Já Melrose, até aqui foi só decepção. Mas os executivos parecem estar com paciência, assim como tiveram a mesma paciência com a turma de ‘90210’. E desde que Heather Locklear confirmou sua volta a Melrose, o futuro parece menos tenebroso – será?

NBC compra ‘The Mountain’

A NBC foi até o Canadá atrás de novidades. A emissora acaba de adquirar ‘The Mountain’, co-produção canadense sobre uma mulher que se muda com sua família para as montanhas, onde herdou uma cabana de seu suposto falecido avô.

As filmagens começam no mês de outubro em Montreal e Doug Barr, que escreveu o piloto, também acumulará a função de diretor e produtor executivo, ao lado de Joel Rice e Jeff Grant.

O piloto possui duas horas de duração e tem o formato de telefilme. Ele serve como cartão de visitas para um eventual sinal verde da emissora para produzir um seriado.

FX prepara série animada para 2010

A FX está prestes a se aventurar nas animações. O canal a cabo norte-americano fechou parceria com a empresa Shine Intl. para produzir uma animação com previsão de estréia para 2010.

‘Archer’, título do projeto, será um thriller animado sobre espiões. No elenco estão Jon Benjamin, na voz do espião-mestre Sterling Archer, Jessica Walter, Aisha Tyler, Chris Parnell e Judy Greer.

JJ Abrams prepara nova comédia para Fox

A Bad Robot, produtora de JJ Abrams (criador de ‘Alias’ e ‘Lost’) fechou um contrato com a Fox para escrever uma nova comédia para o canal. Mike Markowitz foi chamado para roteirizar a idéia.

O show ainda não tem título e detalhes sobre a trama estão sendo mantidos em segredo por Abrams, que produzirá a comédia. O que se sabe até aqui é que o programa é descrito como uma “comédia médica”. Algo na linha de Scrubs, talvez?

Lembrando que não é a primeira vez que a Bad Robot se aventura nas comédias. Em 2006-2007, a produtora de JJ produziu ‘What About Brian’.

Betty White como ela mesma em ’30 Rock’

Betty White aparecerá como ela mesmo em ’30 Rock’. Famosa por ser uma das Golden Girls, White gravará sua participação na semana que vem.  Segundo Tina Fey, agora o seriado corre atrás de Meryl Streep, Paul McCartney, Robert Pattinson e Justin Timberlake.

Spin-offs memoráveis

O TV Guide fez uma lista super bacana com os 12 spin-offs mais memoráveis da TV norte-americana. Clique aqui para conferir. Na lista, nomes muito importante na história dos seriados como ‘Rhoda’, ‘Frasier’ e ‘The Jeffersons’.

Novidades no elenco de ‘Damages’

Campbell Scott e Martin Short entram para o elenco fixo de ‘Damages’. Enquanto isso, a produção anunciou outros dois nomes de peso que farão participações na terceira temporada. São eles: Keith Carradine e Lily Tomlin. As filmagens do novo ano iniciam hoje, 23 de setembro.

Spielberg prepara série para Showtime

O diretor e produtor Steven Spielberg prepara nova série para o canal a cabo norte-americano Sowtime. O show deverá narrar os bastidores de uma produção musical da Broadway. O bacana aqui é que o seriado acompanhará a pré-produção, produção e pós-produção da peça. E após isso, a peça sai da telinha e entra em cartaz de verdade.

Lost

A ABC liberou nesta terça-feira, 22/09, o título do quarto episódio da sexta temporada de ‘Lost': ‘The Substitute’. Lembrando que os outros três primeiros já tinham vazado: ‘LA X’ (S06E01 e S06E02) e ‘What Kate Does’ (S06E03, lembrando que o nome do S02E09 é ‘What Kate Did’).

Geralmente, os quartos episódios das temporadas de ‘Lost’, são focados em… Locke. Agora, volte pro nome do episódio. Faz sentido, não?

Heather Locklear está de volta a Melrose Place

Heather Locklear, a eterna Amanda Woodward, vai voltar para o remake de ‘Melrose Place’. No começo do ano, a atriz descartou reprisar o papel que a lançou ao estrelado, mas parece que Locklear mudou de idéia.

O anúncio foi feito esta semana pela The CW e a primeira participação da atriz no programa deve acontecer no dia 17 de novembro. Detalhes de sua volta não foram divulgados – há especulações de que ela seria relacionada a Ella -, mas sabe-se que ela voltará a morar no prédio em que habitou na versão original do seriado.

CBS encomenda novos pilotos

A CBS está produzindo dois novos dramas. Um do roteirista Peter Tolan (‘Rescue Me’) e outro de Ed Redlich (‘Without a Trace’). Os dois são produções da Sony Pictures TV e possuem grandes multas caso seus pilotos não sejam produzidos. O projeto – sem título – de Tolan é sobre um professor excêntrico que desvenda crimes. O piloto está sendo escrito em quatro mãos, as outras duas são de Michael Wimer.

Já ‘The Remember’, de Redlich, é focado em uma detetive de Nova York que tem a habilidade de lembrar absolutamente tudo que passa por sua vida. Sarah Timberman e Carl Beverly são os outros dois nomes atrelados ao piloto.

25 séries que fracassaram

A Entertainment Weekly fez uma matéria SUPER bacana com as 25 séries mais hypadas da história que deram errado. Todos os anos diversas produções atingem o status de hit antes mesmo de sua estréia, e o que se vê depois é um fracasso de crítica e audiência que gera um cancelamento muitas vezes prematuro.

Entre alguns nomes, estão ‘The Fugitive’ (95-96), ‘Watching Ellie’ (2002-2003), ‘My Own Worst Enemy’ (2008), ‘The Lone Gunmen’ (2001), ‘Karen Sisco’ (2003-2004), ‘Smith’ (2006), e talvez o principal de toda a história da TV: ‘Studio 60 On the Sunset Strip’ (2006-2007). Confirma a lista completa aqui: http://is.gd/3zaRq

The Good Wife

Hoje tem series premiere de ‘The Good Wife’, novo drama da CBS e uma das minhas apostas pra fall season. A série é estrelada por Chris Noth (o Mr Big de ‘Sex and The City’) e Julianna Margulies. Noth faz o papel de um político protagonista de uma sex tape que vaza para a mídia. Margulies faz o papel de sua esposa. A série foi destaque na home do NYT: http://is.gd/3za05

Glee

A série ‘Glee’ mal estreou e já recebeu uma temporada completa da Fox. A emissora norte-americana encomendou outros 9 episódios, além dos 13 planejados inicialmente. Portanto, a demanda total é de 22 episódios. ‘Glee’ é uma criação de Ryan Murphy, que já nos trouxe ‘Nip/Tuck’.

Obama

Presença de Obama ontem no Letterman deu ao talk show sua maior audiência em quatro anos, audiência 195% maior que a de Conan O’Brien.

Emmy 2009 – Resultados e comentários

Abaixo os resultados do Emmy Awards 2009. Este foi um ano muito previsível, porém justo. Nas principais categorias, os vencedores do ano passado se repetiram: Mad Men, 30 Rock, Bryan Cranston (Breaking Bad), Gleen Close (Damages) e Alec Baldwin (30 Rock).

*Sep 20 - 00:05*

Michael Emerson (Lost) e Cherry Jones (24 Horas), foram duas surpresas.  Toni Collette (United States of Tara) não era a favorita, mas merecia demais – e desbancou Tina Fey (30 Rock), a queridinha da América.

Jon Cryer (Two And a Half Man) é figurinha manjada, longe de ser favorito em qualquer premiação, mas levou o prêmio aqui – logo no começo da noite. E alguém não estava torcendo por Kristin Chenoweth (Pushing Daisies)? Ela mereceu demais.

A premiação em si foi bem bacana, diferente de anos anteriores. Neil Patrick Harris (protagonista de How I Met Your Mother) esteve perfeito como anfitrião.

O Emmy 2009 foi visto por 13.3 milhões de telespectadores, fazendo 4.2 pontos na amostragem 18-49. A audiência foi 11% maior que a do ano passado. Em suma, um sucesso!

Lista dos premiados:

Melhor série drama:
Mad Men

Melhor série comédia:
30 Rock

Melhor ator em série dramática:
Bryan Cranston por Breaking Bad

Melhor atriz em série dramática:
Glenn Close por Damages

Melhor ator coadjuvante em drama:
Michael Emerson por Lost

Melhor atriz coadjuvante em drama:
Cherry Jones por 24 Horas

Melhor ator em comédia:
Alec Baldwin por 30 Rock

Melhor atriz em comédia:
Toni Collette por United States of Tara

Melhor ator coadjuvante em comédia:
Jon Cryer por Two and a Half Men

Melhor atriz coadjuvante em comédia:
Kristin Chenoweth por Pushing Daisies

Melhor roteiro em série drama:
Mad Men

Melhor roteiro de série cômica:
30 Rock pelo episódio Reunion

Melhor direção em série drama:
E.R.

Melhor direção em série cômica:
Jeff Blitz, por The Office

Melhor programa de reality show de competição:
The Amazing Race

Melhor talk show:
Daily Show com Jon Stewart

Melhor apresentador de programa de reality show de competição:
Jeff Probst por Survivor

Melhor atriz coadjuvante em telefilme ou minissérie:
Shohreh Aghdashloo por House of Saddam

Melhor ator coadjuvante em telefilme ou minissérie:
Ken Howard por Grey Gardens

Melhor ator em telefilme ou minissérie:
Brendan Gleeson por Into the Storm

Melhor atriz em telefilme ou minissérie:
Jessica Lange por Grey Gardens

Melhor mininissérie:
Little Dorrit

Melhor diretor de programa de variedades:
Bruce Gowers, por American Idol

Melhor roteiro em talk show:
Daily Show com Jon Stewart

Melhor trilha de programa de variedade:

Número de abertura do Oscar 2009 estrelado por Hugh Jackman

FlashForward, o novo Lost

Na temporada seguinte a estreia de Lost na TV norte-americana, todas as emissoras concorrentes da ABC, e até mesmo a própria ABC, buscavam desesperadamente um novo show se não para roubar, para pelo menos reter a audiência que o então fenômeno Lost alcançara.

O que se viu depois disto, foi um ano repleto de séries produzidas nas coxas de produtores despreparados que não sabiam muito bem para onde levar suas séries. Como consequências, diversos cancelamentos prematuros ocorreram, e nenhuma emissora conseguiu realmente emplacar um novo hit que seguisse as fórmulas de sucesso da série criada por JJ Abrams.

Agora, quase seis anos depois, com Lost entrando em sua última temporada, esta busca começa novamente. A diferença aqui, é que há mais de um ano já sabemos que tem tudo para ser a sucessora: FlashForward, também da ABC. Nos últimos meses, criou-se um burburinho absurdo em torno desta nova produção. É, antecipadamente, a série mais esperada do ano.

flashforward1

FlashForward tem uma premissa interessantíssima: o que aconteceria se todas as pessoas do mundo desmaiassem por dois minutos e 17 segundos? Certamente você não consegue imaginar, mas garanto: coisa boa não é. Mas e se fosse mais que um desmaio? E se o mundo inteiro apagasse durante estes dois minutos ao mesmo tempo? E se todos tivessem visões de seu futuro no dia 29 de abril de 2010, data seis meses a frete do presente? É exatamente este o plot inicial da série.

E envolto a este caos, está Mark Benford, razoavelmente bem interpretado por Joseph Fiennes. Benford é um agente do FBI, ex-alcoólatra, casado com Olivia (Sonya Walger, a Penny de Lost). No flash forward do personagem de Fiennes, é noite. Ele está no dia 29 de abril de 2010, dentro do FBI, bebendo novamente e investigando justamente o que causou esta incidente global, enquanto homens armados e de máscaras invadem o prédio para matar Benford – aparentemente, ele sabia demais.

A verdade é que até aqui, apesar do meu ceticismo inicial perante a bolha de hype envolta da série, o piloto de FF é o melhor da fall season norte-americana até o momento. Enquanto peca em alguns pequenos detalhes, desenvolve muito bem seus personagens, deixando claro que este será um dos focos da série: os personagens, já que sabemos o que acontecerá na vida deles em seis meses, e assim, poderemos acompanhar como suas visões do futuro irão se tornar realidade.

Quanto ao lado negativo, a série peca um pouco na produção. O mundo inteiro praticamente se destriu, pois as pessoas dormiram por dois minutos (imagine que quem estava subindo uma escada, por exemplo, possa ter caido, batido a cabeça e morrido), sabe-se que foi sim um acontecimento global, que o mundo inteiro foi atingindo, e assim assim, muito pouco disso é mostrado. Tirando aquelas cenas cliches de filmes-catástrofe em que o protagonista pára chocado em frente a uma vitrine de uma loja de eletrônicos e assiste ao noticiário na Fox News.

E é inegável uma certa áurea de Lost aqui. Desde o primeiro segundo do piloto isso fica claro, já que o episódio abre com o protagonista acordando de um acidente e logo começa a ajudar pessoas ao redor. Porém, FlashForward se desenvolve muito bem durante seus 45 minutos iniciais e joga para longe as suspeitas de mais uma série fracassada buscando a futura audiência orfã de Lost. E quando não poderíamos ficar mais boquiabertos, eis que o piloto termina com um gancho final tão espetacular que te impossibilita de sequer pensar em não assistir ao próximo episódio.

‘No More Good Days’, título do piloto de Flash Forward, estreia na ABC no dia 24 de setembro.

Vampire Diaries

Vampire Diaries é uma tentativa desesperada da CW, emissora que dedica 101% de seus shows aos adolescentes, de se aproveitar do sucesso que filmes e séries de vampiro tem alcançado. E a série é justamente uma mistura das duas maiores referências do gênero atualmente: Twilight e True Blood.

Criada por Kevin Williamson, ele mesmo, criador de Dawson’s Creek, e Julie Plec, a série conta a história de dois irmãos, Stefan e Damon, envolvidos com a mesma menina, Elena (Nina Dobrev). Oi? True Blood? Twilight?. Enquanto Stefan, interpretado por Paul Wesley, que há 10 anos tem 17 anos em todas as séries que faz, é um vampiro do bem, seu irmão Damon, interpretado por Ian Somerhalder, o Boone de Lost, é oposto: louco por sangue fresco de adolescentes virginais.

vampire1

O grande problema da série é ter escolhido se levar a sério e ainda assim, ser hilária. Cada cena, cada take, cada expressão, cada diálogo, é um emaranhado dos últimos 30 anos do gênero – na TV e, principalmente, no cinema. Porém, este emaranhado é negativo, pois Vampire Diaries decide por utilizar apenas o que há de pior na mitologia dos vampiros e nas principais referências das últimas décadas. Veja bem, estamos falando de névoa em todo lugar que a protagonista vai, uma melhor amiga vidente, um vampiro protagonista do bem que é tão estiloso que arranca a última gota de puberdade de todas as meninas que o olham, uma protagonista irritante que passa todo o piloto narrando seus sentimentos e os escrevendo em um diário.

Quanto a mitologia, é mais que surreal, é arbitrária. Williamson decide por seguir firme com histórias tipo “você tem que me convidar para entrar”, mas permite que seus vampiros circulem pela luz do sol com o infeliz pretexto de que o protagonista usa um anel de alguma forma especial, que o permite peregrinar por aí a qualquer hora. Não é uma forçação de barra, é um insulto a inteligência de quem assiste.

Mas tudo bem, pois o target da emissora é justamente meninas adolescentes (mais especificamente, o target 18-34), e pensando assim, Vampire Diaries pode muito dar certo: enquanto séries como Melrose Place e 90210 possuem mulheres anoréxicas supostamente maravilhosas e jovens modelos que sem o mínimo de expressão, aqui, a coisa funciona um pouco melhor e se não levada a sério, a série pode sim ser divertida, o chamado guilty pleasure (aquela série em que assistimos morrendo de culpa e não contamos pra ninguém).

E a CW ganha mais pontos pelo piloto ter ido bem na audiência: enquanto o piloto de Melrose Place teve um desempenho pífio, Diaries atraiu impressionantes 4,91 milhões de telespectadores, se tornando o piloto mais assistido da história da CW, marca excelente para toda e qualquer pretensão da pequena emissora. Já no target 18-34, os vampiros alcançaram uma média ótima de 3.1 pontos segundo a Nielsen, sistema de medição de audiência dos EUA.

vampire2

Em suma, o piloto abre alguns leques para se desenvolver. Histórias boas podem sim surgir dos primeiros plots. Mas é preciso deixar claro que estas histórias não têm a menor intenção de chocar, causar burburinho ou inovar: Vampire Diaries é um remendo de cliches que dá certo atingindo seu público alvo, e com a experiência de Williamson por trás, tem tudo para se tornar o novo hit adolescente e carro chefe da CW, com Supernatural entrando em sua provável derradeira temporada, e One Tree Hill caindo na audiência após perder seu casal protagonista.

Rapidinhas do Twitter – Semana 14/09

Nova seção aqui do blog. A idéia é reunir as notinhas sobre seriados que escrevo no Twitter (e Facebook) e juntá-las aqui. A Rapidinhas do Twitter é semanal e será atualizado durante toda a semana.

Sons of Anarchy

Muito boa a season premiere de ‘Sons of Anarchy’. Mais pesada, mais política. Em breve comentários completos aqui no blog.

My Boys

TBS renova a pequenina e charmosa ‘My Boys’ para uma quarta temporada: http://is.gd/3ghPK

10 Things I Hate About You

ABC Family renova ’10 Things I Hate About You’ para uma 2a temp. Para quem não sabe, a série é baseada no filme de 1999. http://is.gd/3ghZK

Gossip Girl

Leighton Meester, a Blair de ‘Gossip Girl’, fazendo lobby pra ser a próxima Barbarella, hahaha. http://is.gd/3gir5

Por falar em ‘Gossip Girl’, a série volta hoje com sua terceira temporada e o episódio ‘Reversals of Fortune’.

Vale lembrar que as séries teens são famosas por despencar na audiência quando os protagonistas se separam e vão pra faculdade. Veremos.

E o box da segunda temporada da série foi lançado aqui no Brasil na semana passada.

Eric McCormack

Depois de protagonistar a fracassada ‘Trust Me’ ano passado, Eric McCormack será protagonista de uma nova comédia ainda sem emissora.

Jericho

Aos que pensam em comprar os boxes de ‘Jericho’, sugiro que esperem. A Paramount lançará a série completa em DVD dia 20/10.

Fringe

Para os fãs de ‘Fringe': a série volta nos EUA esta quarta com sua 2a temporada. Já a primeira, será lançada em DVD no Brasil no dia 22/10.

A Lei e o Crime

‘A Lei e o Crime’, série da Record bem recebida pelo público e pela crítica, terá sua primeira temporada lançada em DVD no dia 28/10.

Pessoalmente, gostei bastante de ‘A Lei e o Crime’. Bem melhor que ‘Maysa’ (foram ao ar na mesma época). A 2a temporada já está confirmada.

Life

Já a segunda temporada de ‘Life’, melhor série da TV aberta na última temporada norte-americana, será lançada em DVD no Brasil no dia 30/10.

Sarah Connor Chronicles

A segunda de ‘Sarah Connor Chronicles’ também vem por aí em DVD: 19/11.

One Tree Hill

Outra série que está voltando hoje é ‘One Tree Hill’, outro drama teen da CW. A sétima temporada é provavelmente a última do seriado.

The Beautiful Life

E dia 16, quarta-feira, tem a series premiere de ‘The Beautiful Life’, mais um drama teen da CW sobre jovens modelos em um mundo de inseguranças e muita competição em torno da indústria da moda. Quem estrela é Mischa Barton.

Retornos

‘Bones’, ‘It’s Always Sunny in Philadelphia’, ‘Parks and Recreation’ e ‘The Office’ retornam na quinta-feira, além da já citada ‘Fringe’ e da novata ‘Community’, comédia estrelada por Chevy Chase e exibida pela NBC.

The Mentalist

Já se encontra em pronta-entrega o box da primeira temporada de ‘The Mentalist’. O preço sugerido pela Warner é R$ 129,90.

Minisséries

HBO prepara duas minisséries históricas sendo uma delas da produtora da Oprah Winfrey sobre Ida Tarbell, jornalista pioneira da década de 20.

Jay Leno

Tudo que você precisa saber sobre a importância do novo show do Jay Leno que foi ao ar ontem a noite: http://is.gd/3iGV1 – imprescindível.

E aqui, um review do programa com novos quadros. Mas a dúvida persiste: hit ou miss? http://is.gd/3iH3w

VMAs

Surpresa. O VMAs está na contramão de outras premiações. A audiência do evento este ano subiu em 6%, alcançando 8,97 milhões de telespectadores. Esta foi a maior audiência dos VMAs desde 2004.

Patrick Swayze

Morreu ontem o ator Patrick Swayze. Patrick tinha 57 anos e morreu de câncer pancreático após mais de um ano de luta. O ator chegou a protagonizar ano passado o seriado policial ‘The Beast’.

Aqui tem uma lista com os 10 papeis mais marcantes da carreira de Swayze: http://is.gd/3iJ3P e aqui uma lista com os melhores quotes das personagens do ator: http://is.gd/3iMQ8

The Jay Leno Show

Não há mais dúvida: é um hit, fato. De acordo com a Nielsen, 17 milhões de norte-americanos assistiram o novo programa de Jay Leno segunda a noite na NBC.

Lost

Katey Sagal, a Gemma de ‘Sons of Anarchy’, vai participar novamente de ‘Lost’ no papel de Helen, affair de Locke.

Anúncios

BEM legal! Lista com os melhores e os piores anúncios da fall season norte-americana: http://is.gd/3j1JX

The Jay Leno Show

No segundo episódio do ‘The Jay Leno Show’, houve uma queda muito grande de audiência. 42% a menos que a premiere, mas ainda sim, ganhou o timeslot.

Flash Forward

O AXN continua mandando muito bem. Comprou os direitos de exibição de ‘Flash Forward’, série mais hypada da fall season. Estréia será em 2010. Sonya Walger, a Penny de ‘Lost’, está no elenco.

Melhor Comédia do Ano

30 Rock, Entourage, Family Guy, Flight of the Conchords, How I Met Your Mother, The Office e Weeds. O Zap2It quer saber: qual é a melhor comédia do ano? http://is.gd/3nJO0

Sons of Anarchy

‘Sons of Anarchy’ vacila e perde 20% de audiência na exibição do S02E02. Mesmo assim, série foi vista por 3,7 milhões de telespectadores, sendo 3 milhões da demo 18-49, principalmente demo da audiência. Os números ainda são ótimos. Quando comparada a series premiere, a season premiere da segunda temporada teve um crescimento absurdo de 95% na audiência.

Gossip Girl

Bacana observar que na volta de ‘Gossip Girl’, a série mandou muito bem na amostragem mulheres de 18 a 34 anos, crescendo 0,1 ponto percentual.

The Beautiful Life

Eric Balfour, famoso por participar de séries prematuramente canceladas, fará um arco de dois episódios em ‘The Beautiful Life’.

Audiências HBO

Segundo o Broadcasting & Cable, ‘Hung’ teve a melhor audiência de uma série estreante da história da HBO. E a season finale fechou com 2,9 milhões de telespectadores, um bom número.

Já ‘True Blood’, apesar do lixo que é, é o novo grande hit da HBO. A season finale fechou com excelentes 5,1 milhões de telespectadores. O crescimento em relação a season finale da temporada passada, foi de 100%.

Californication

Vazaram os dois primeiros episódios da terceira temporada de ‘Californication’. A série estreia apenas no dia 27 de setembro. O vazamento não é acidental, já que a Showtime, cabo norte-americano que exibe o programa, é famosa por usar esta estratégica para divulgar suas séries.

Dead Like Me – The Movie

Os norte-americanos e sua obsessão por transformar seriados em filmes. Isto acontece desde que a TV existe, é verdade, mas é possível contar nas mãos os trabalhos revelantes que foram derivados de seriados – nestes, incluo Beavis and Butt-Head Do America, Arquivo X – Fight the Future, Os Intocáveis e MASH, entre poucos outros. Dead Like Me – O Filme não é o caso.

Estrelada por Mandy Patinkin (“Chicago Hope”, “Criminal Minds”), “Dead Like Me” foi uma dramédia levada ao ar pelo canal a cabo Showtime no ano de 2003 e contava a história de Georgia “George” Lass, uma menina perdida em seus 18 anos: sem ambições, emprego, diploma, amigos. Joy – repara no nome -, mãe de George, a força a conseguir um emprego em uma agência de empregos temporários chamada Happy Time, que acaba por selar o destino da menina, uma vez que ao sair para sua primeira hora de almoço, é vítima fatal de um assento sanitário que cai de uma estação espacial.

Onde uma história de vida deveria acabar, é apenas onde começa. George descobre que foi escolhida para ser uma Ceifadora de Almas e após conhecer seus co-workers, sua nova vida e seu novo trabalho, começa a questionar sobre suas escolhas quando era viva. Em suma, Dead Like Me era uma série sobre a vida após a vida.

Por diversos motivos incluindo problemas contratuais e a venda da MGM para a Sony, “Dead Like Me” foi cancelada em 2004, após duas temporadas, deixando para fãs e críticos, aquela sensação de que poderia ter rendido muito mais – não há dúvidas quanto a isto.

Eis que cinco anos depois, é confirmado o boato que há muito rondava diversos sites e foruns sobre seriado: Dead Like Me se tornaria um filme. Nunca fui um destes entusiastas da idéia, mas o filme aconteceu. Pior: foi lançado com release direct-to-DVD e sem Mandy Patinkin, que não aceitou fazer o projeto – sábio. Sim, eu acredito que a série ainda tinha alguma coisa a dizer, mas não acredito que isto poderia ser feito através de um filme de oitenta minutos em DVD. Não é o formato ideal e ainda, considero a linguagem da série um pouco datada.

deadlikemedvd1

E a verdade, é que para não dizer nada, pouquíssimas coisas funcionam no filme. A fita abre com uma narração similar a de George na series premiere da série: todo aquele lenga lenga sobre como Deus criou a morte e como a mesma fugiu, aquele lance do sapo e tudo mais. Mas já começamos com um porém: esta abertura é feita através de uma linguagem de quadrinhos, ou seja, vemos tudo isto em uma HQ que tem suas páginas viradas conforme Goerge vai narrando a história. Me desculpe, mas por quê? O que a temática quadrinhos tem a ver com “Dead Like Me” ou com a mitologia da série? Nada. Esta temática é usada e abusada durante o filme.

Outro grande problema é que o filme, que tem apenas uma hora e vinte, perde quase 10 minutos introduzindo as personagens, fato extremamente irritante. Ao contrário de filmes como Beavis and Butt-Head Do America, Arquivo X – Fight the Future, Os Intocáveis e MASH, fica claro que não é um filme apenas para fãs, para matarmos a saudade das personagens, e sim um produto voltado a conquistar novos adeptos. Por que motivo eu realmente não sei, considerando que a série tem ZERO chance de voltar ao ar e uma franquia cinematográfica é praticamente uma utopia – ainda bem.

O plot do filme é o seguinte: err… qual é o plot do filme? São tantos, ao mesmo tempo, que tudo é tão profundo como um pires. Temos o plot do desaparecimento de Rube, temos o plot de George se aproximando de Reggie, temos o plot de Reggie apaixonada por um menino em coma, temos o plot do sofrimento de Delores com os últimos dias de seu gato Murry, temos o plot de Joy (Cynthia Stevenson perfeita como sempre) se aventurando como autora de auto-ajuda e mediadora de grupos para pais que perderam filhos, e temos o plot da chegada de Cameron, o substituto de Rube.

O filme não tem um plot principal e com isto, todos se tornam bobos, supérfluos. Para que introduzir um novo chefe, se Cameron (interpretado por Henry Ian Cusick, o Desmond de “Lost”), aparece na tela por no máximo cinco minutos ou quatro cenas? E o que dizer de Crystal, recepcionista da Happy Time, uma das melhores personagens da série, que no filme, aparece em apenas UMA CENA sem ter ao menos UMA FALA? E qual foi da descaracterização do Mason? Na série ele era um loser, fracassado, que não conseguia se dar bem com mulher alguma. No filme, eis que ele se torna um garanhão e pega duas ao mesmo tempo.

Delores Herbig… and her big brown eyes continua incrível. Retomamos um dos plots do final da série, a doença de Murry, e ela proporciona as cenas mais engraçadas do filme. Roxy não muda muito também e continua badass. Já Daisy, que na série era magistralmente interpretada por Laura Harris, aqui é terrivelmente vivida por Sarah Wynter – que em uma coincidência bizarra, contracenou ao lado de Harris na segunda temporada de “24 Horas”. Se Harris não quis voltar, por que não deixar sua personagem quieta? Ou por que não introduzir uma nova interpretada para Wynter?

Ellen Muth continua incrível com aquela mesma cara de bunda e sexy ao mesmo tempo. O problema é que o plot de George se aproximando de Reggie simplesmente não cola. As duas se reencontram porque o namoradinho secreto de Reggie na escola é um atleta que sofre um acidente e entra em coma. E adivinhem? George é a responsável por recolher a alma do cara. Tudo no filme é forçado demais.

Impossível contar os erros deste filme, que já se desenhava uma bomba quando Bryan Fuller, produtor original da série, recusou-se a participar do mesmo. “Dead Like Me” foi uma série muito importante para o Showtime, ajudou a consolidar o canal a cabo no mapa, mas sua mitologia parece meio ultrapassada, para não dizer brega. “Dead Like Me – The Movie” é um exemplo de como algumas coisas enterradas, devem permanecer assim. Mas o que realmente assusta é que o filme acaba com um SUPER cliffhanger (gancho) que, dependendo das vendas do DVD, pode ocasionar uma continuação.

Fall TV pilots 2009

Dramas serializados e story lines complexos perdem cada vez mais espaço na audiência dos principais canais abertos norte-americanos. É difícil acompanhar um programa serializado, com diversos cliffhangers e afins, por isso, todas as emissoras querem um ‘The Mentalist’ para a próxima temporada, não um ‘Lost’ ou ‘Heroes’.

Para a próxima fall season, NBC, ABC, CBS e FOX não cansam de encomendar produções de pilotos que abordam o cotidiano de médicos, policiais e advogados, ou remakes de séries e filmes de outrora.

Portanto, fiz uma lista dos pilotos que estou mais ansioso para assistir: menos pelo o que pode ser visto até agora – quase nada -, mais pelos produtores, criadores, atores e plots por trás do projeto.

nbc

Projeto: Mercy
Produtor: Liz Heldens (‘Friday Night Lights’)
Gênero: Dramédia
Plot: Dramédia sobre a vida pessoal e profissional de três amigas enfermeiras de um hospital.

Por que assistir: Liz Heldens escreveu alguns de meus episódios favoritos de ‘Friday Night Lights’.

Projeto: Legally Mad
Produtor: David E. Kelley (‘Boston Legal’)
Gênero: Drama
Plot: Pai e filha com family issues trabalhando no mesmo escritório de advocacia.

Por que assistir: Com o fim de ‘Boston Legal’, este será o único drama de David E. Kelley no ar. Mais o grande motivo da ansiedade, é presença de Kristin Chenoweth (Pushing Daisies) no elenco.

Projeto: Lost and Found
Produtor: Dick Wolf (‘Law & Order’)
Gênero: Policial
Plot: Tessa é uma detetive da polícia de L.A. que usa métodos não-ortodoxos para identificar suas vítimas e suspeitos. Ela é designada para esta função pouco prestigiada depois de “bater cabeça” com seus superiores. Sua mesa de trabalha fica em um porão.

Por que assistir: A série é criada por Dick Wolf e estrelada por Katee Sackhoff (‘Battlestar Galactica’). Sackhoff também foi a única coisa bacana do remake de ‘Bionic Woman’. E convenhamos, série policial é o que há!

Projeto: Southland
Produtor: John Wells (‘ER’)
Gênero: Policial
Plot: Drama ambientado em L.A. sobre o dia a dia de policiais, criminosos, vítimas e suas famílias.

Por que assistir: Elenco super bacana: Michael McGrady, Michael Cudlitz, Benjamin McKenzie e Regina Kings. Outro promising cop show.

abc

Projeto: Brothers & Detectives
Produtor: Daniel Cerone (‘Dexter’)
Gênero: Policial
Plot: Após a morte do pai, detetive sem prestígio descobre que tem um irmão gênio de 11 anos de idade que passa a ajuda-lo a solucionar crimes.

Por que assistir: Realmente, isso parece uma bomba. Só coloquei na lista porque foi escrito e terá produção executiva do mesmo produtor de ‘Dexter’. O projeto é uma releitura de um drama argentino exibido na Telefe, canal aberto por lá.

Projeto: Eastwick
Produtor: Maggie Friedman (‘Jack & Bobby’)
Gênero: Comédia / Sci-Fi
Plot: Baseada no filme de 1987, a série conta a história de três mulheres modernas que após um estranho acontecimento, descobrem ter poderes mágicos.

Por que assistir: Honestamente, é outra que não eu colocaria a mão no fogo. Mas quando eu leio o nome ‘Jack & Bobby’, tudo muda.

Projeto: Happy Town
Produtor: Josh Appelbaum, Andre Nemec, Scott Rosenberg (‘October Road’)
Gênero: Crime
Plot: História de um pequeno vilarejo chamado Happy Town após o acontecimento de um grande crime.

Por que assistir: Ser criador/produto de ‘October Road’ não me diz nada, mas ser uma releitura de ‘Twin Peaks’ diz tudo. E é isto que os produtores dizem sobre a série. Como disse o Davi Garcia do Dude News, com Lynch não se brinca. Vamos ver o que sai daqui. Piloto de duas horas de duração.

Projeto: Flash Forward
Produtor: Daivd Goyer, Brannon Braga (‘Threshold’)
Gênero: Sci-Fi
Plot: Todas as pessoas do mundo apagam por dois minutos e têm visões de seu futuro. O caos se instala.

Por que assistir: Pode ser que seja muito trash ou muito boa, mas o argumento pelo menos é original. O lance é ver se há fôlego para mais de uma temporada. Provavelmente não.

Projeto: Inside the Box
Produtor: Shonda Rhimes (‘Grey’s Anatomy’)
Gênero: Drama
Plot: O dia a dia de repórteres de uma agência de notícias em Washington.

Por que assistir: O nome Shonda Rhimes me desanima. Mas todo o resto me apetece.

Projeto: Untitled Dave Hemingson
Produtor: Dave Hemingson (‘How I Met Your Mother’)
Gênero: Dramédia
Plot: Jovem boa pinta consegue emprego de advogado em uma poderosa firma de entretenimento em L.A.

Por que assistir: Um dos melhores argumentos da fall season. ‘Entourage’ meets ‘Melrose Place’ meets ‘L.A. Law’. Parece divertida e ‘How I Met Your Mother’ é um ótimo cartão de visitas.

Projeto: V
Produtor: Scott Peters (‘The 4400′)
Gênero: Sci-Fi
Plot: Baseada na clássica mini série de 1983, conta a história da resistência humana contra alienígenas-lagartos.

Por que assistir: Sempre fui contra uma releitura de ‘V’, mas se é para acontecer, Scott Peters é um bom nome para ser o showrunner. E quem não gosta de uma invasão alienígena?

cbs

Projeto: House Rules
Produtor: Michael Seitzman, Mark Gordon (‘North Country’, ‘Grey’s Anatomy’)
Gênero: Drama
Plot: Congressistas iniciando suas carreiras em Washington.

Por que assistir: Realmente não sei. Mas pode ser bacana. Faz tempo que as emissoras tentam emplacar alguma série bacana que se passe em Washington.

Projeto: Back
Produtor:
?
Gênero:
Drama
Plot:
Um homem volta para casa e descobre que ele é considerado desaparecido pelos últimos oito anos, desde o 11 de setembro. Ele então tenta se reconectar com sua família e com o mundo.

Por que assistir: O argumento parece bom demais para a TV aberta. Curioso para entender melhor como a série vai se desenvolver.

fox

Projeto: Masterwork
Produtor: Paul Scheuring (‘Prison Break’)
Gênero: Aventura
Plot: Uma equipe tem como função viajar o mundo e recuperar artefatos e obras preciosas. Alguma coisa nos moldes de ‘National Treasure’ e ‘Código Da Vinci’.

Por que assistir: Só porque é do Paul Scheuring, pois tem cara de ser uma bomba.

Projeto: Maggie Hill
Produtor: Ian Biederman (‘Shark’)
Gênero: Drama
Plot: Todo gênio tem seus problemas. Maggie Hill é uma cardiologista brilhante, mas também sofre de esquizofrenia.

Por que assistir: Médica e louca… House de saia?

Projeto: Virtuality
Produtor: Ron Moore (‘Battlestar Galactica’)
Gênero: Sci-Fi
Plot: Drama de ficção-científica que se passa em dois mundos diferentes: no espaço e em mundo virtual sem limites (?).

Por que assistir: Preciso dar uma chance para um plot tão bizarro quanto este, e por ser um projeto do Ron Moore. Mas as coisas não parecem boas, considerando que a FOX pediu uma segunda versão do piloto.

E você? Quais destas você mais está ansioso para assistir? Deixei alguma de fora injustamente?


Editor


Pedro Beck é jornalista e crítico de TV.


Contato:
pedrobeck@gmail.com

Categorias


Follow

Get every new post delivered to your Inbox.