Posts Tagged 'universal'

“Trick ‘r Treat” (ou: o filme mais esperado de 2006, 2007, 2008 e 2009)

“No Release Date Available”. Odeio ler estas quatro palavras.

Para quem não sabe, sou crítico, historiador, colecionador (2000 and counting!) e, principalmente, fã e entusiasta do cinema de horror. Não me refiro a filmes recentes feitos por grandes estúdios como Dimension, Universal e Lionsgate. Estou falando da história do gênero: do expressionismo alemão aos bons filmes de horror contemporâneos – eles existem – passando por díversos sub-gêneros do horror: giallo, slashers, splatters, zombies, exploitation e seus sub-gêneros, K-Horror, J-Horror, monster movies e por aí vai (você ainda está lendo?).

Os anos 2000, notórios pelos remakes norte-americanos de produções estrangeiras, também destacam-se pelas pequenas pérolas que surgem no gênero. Geralmente são filmes de baixo orçamento, que através de um bom roteiro, fotografia, atuações e direção, buscam chamar atenção de grandes distribuidoras em pequenos festivais de horror que acontecem por todo o mundo.

trick1
NÃO é o caso de “Trick ‘r Treat”, produção de horror escrita e dirigida por Michael Dougherty – novato na direção, mas roteirista de “Superman Returns” e “X-Men 2″. Antes mesmo do filme ser exibido e sagrar-se vencedor do prêmio Audience Award do Screamfest Horror Film Festival 2008, realizado todos os anos em Los Angeles, tendo sua programação considerada uma das mais respeitadas de todos os festivais de cinema marginal pelo mundo, a Warner Bros. Pictures já havia comprado os direitos de exibição, divulgação e distribuição do longa de Dougherty.

Quando a Warner comprou os direitos de exibição? Em 2006! Entre no IMDB e você notará que ao lado do filme, o ano de produção consta como 2008. Porém, o filme está pronto desde 2006 e desde então, já teve datas de theatrical release confirmadas e canceladas quase meia dúzia de vezes. O último cancelamento foi no dia 11 de novembro do último ano e deste então, não há mais previsão de lançamento. (Clique aqui e veja um poster do filme com a data de 2007 e aqui um com a data de 2008).

Apesar deste movimento estranho da WB – que alguns julgam ser testes e mais testes de audiência – o filme vai se tornando famoso, sendo exibido em diversos festivais pelo mundo e living up to the hype, apesar de ainda ser inédito nos festivais brasileiros. Graças a um amigo americano, editor de um site de horror, tive acesso a esta pequena, mas graciosa obra. E depois de assisti-la, ficar indiferente sem compartilhar uma opinião, seria uma ofensa.

A cada dez filmes de horror realizados hoje em dia, nenhum se salva. Talvez, a cada 20 filmes de horror, um possa ter seu valor. O gênero é cada vez mais marginalizado em alguns países como o Brasil, mas nos EUA e na Europa, onde ainda tem muita força, coisas boas aparecem. Recentemente tivemos o espanhol “[REC]“ como exemplo, os franceses “Ils”, “Frontière(s)”, “À l’intérieur”, “Martyrs” e os norte-americanos “All the Boys Love Mandy Lane”, “Automaton Transfusion”, “Repo! The Genetic Opera” e o sueco “Let the Right One In”, todos obras-primas e este último considerado por mim como o melhor filme de 2008 – um filme MUITO delicado sobre um garoto que se apaixona por uma menina vampira e vencedor de 18 prêmios – até aqui – pelo mundo.

trick3
Sobre “Trick ‘r Treat”. Nos anos 1970, houve uma forte onda de filmes violentos, puxados principalmente por “O Massacre da Serra Elétrica”. Os anos 1980 foram diferentes: houve uma amenização do gênero. Os filmes violentos estavam lá – como a então recém estreada franquia “Sexta Feira 13″ -, mas os filmes que alcançaram maior notoriedade foram os chamados “monster movies”, que apesar do nome, não eram filmes violentos, mas muitas vezes filmes quase familiares sobre casas assustadoras, vizinhos estranhos e cidades macabras.

“Trick ‘r Treat” resgata um pouco deste feeling: apesar de ser um filme assustador e sufocante, sabe amenizar e contrapor cenas de susto com belas e longas sequências em torno da fictícia cidadezinha sem nome. O filme, estrelado por Anna Paquin, se passa na noite do dia 31 de outubro (Halloween) e conta a história de quatro grupos de pessoas, onde cada um deles vive uma situação apavorante, que posteriormente, se unem magistralmente no roteiro de Dougherty.

Aliás, o diretor parece ter criado um mundo próprio para si. Um mundo muito semelhante ao universo criado por Tim Burton em “O Estranho Mundo de Jack”. Eu, que vou cada vez menos ao cinema e assisto cada vez mais filmes em casa, lamento não ter tido a oportunidade de ver este filme em uma tela grande. Em geral, “Trick ‘r Treat” é divertidíssimo. Ao mesmo tempo em que assusta e cria um clima de tensão, é uma celebração ao espírito do Halloween, com dosagens de violência e alívio cômico na medida certa, medida exata para consagrá-lo como não apenas um dos grandes filmes de horror atuais, mas da década.

Assista ao trailer acima, liberte-se de alguns pudores e saiba reconhecer um bom filme, independente de seu gênero. Depois, coloque o nome dele na sua listinha de filmes à conferir. Quem sabe 2009 não é o ano em que “Trick ‘r Treat” verá luz do dia.

Eu insisto: ASSISTA ao trailer.

“Trick ‘r Treat” foi por muito tempo, o filme mais esperado do ano para mim. Não é mais. Já dando a dica, meu próximo alvo é o filme “Paranormal Activity”, que ganhou o prêmio Honorable Mention no Screamfest Horror Film Festival 2007. Clique aqui e veja o trailer perturbador. Dizem que o filme é tão perturbador quanto. Lógico que o filme também não tem nenhuma previsão de estréia nos cinemas norte-americanos – e, consequentemente, aparecer para download na Internet.


Editor


Pedro Beck é jornalista e crítico de TV.


Contato:
pedrobeck@gmail.com

Categorias


Follow

Get every new post delivered to your Inbox.