Archive for the 'Uncategorized' Category

Audiência TV americana – 11/11

O CMA Awards, premiação anual da ABC, alavancou a audiência da emissora que venceu a noite. O evento atraiu cerca de 16.8 milhões de telespectadores e ótimos 5.2 pontos na demo qualificada 18-49. Para se ter uma noção de quão boa foi a audiência: foi 24% maior que os números do Emmy. Foi a maior audiência de um evento não relacionado a esportes nos últimos quatro anos.

CSI: NY

Alguns shows sofreram com a audiência do CMA, mas ‘CSI: NY’ foi bem. Enquanto ‘CSI: Miami’ não decolou no crossover de segunda-feira, ‘NY’ cresceu 32%, fazendo 13.9 milhões e 3.7 pontos. Foi a maior audiência da série na temporada.

A CBS ficou em segundo lugar na demo e no número de telespectadores. A emissora exibiu ‘CSI: Miami’, ‘Old Christine’ (7.6 milhões e 2.2 pontos), ‘Gary Unmarried’ (7.7 milhões e 2.5 pontos). As séries tiveram crescimento de 10% e 25%, respectivamente. Vale notar que esta foi a melhor performance em mais de um ano – para ambos os shows. ‘Criminal Minds’ fechou a noite da emissora com 12.3 milhões de telespectadores e 3.3 pontos.

Depois de muito baseball, a Fox voltou com ‘So You Think You Can Dance’ (5.5 milhões e 2.1 pontos), em queda de 19%, enquanto ‘Glee’ ficou na mesma: 7.3 milhões e 3.3 pontos.

A NBC ficou em quarto com ‘Mercy’ (6.8 milhões e 1.8 ponto – queda de 6%), ‘Law & Order: SVU’ (8.8 milhões e 2.8 pontos – bom crescimento de 17%, atingindo sua maior audiência na temporada) e o famigerado ‘The Jay Leno Show’ (4.6 milhões e 1.4 ponto).

A CW ficou em último com ‘America’s Next Top Model’ (3.2 milhões e 1.5 ponto).

Advertisements

Americanos nunca assistiram tanta TV

Um novo levantamento da Nielsen, orgão que mede a audiência das mídias norte-americanas, sugere que o número de horas que os americanos passam em frente a TV aumenta a cada ano, apesar do surgimento de novas mídias e a exibição de seriados em outros formatos.

Uma pessoa normal gasta cerca de quatro hgoras e 49 minutos por dia em frente a televisão. O número cresceu 20% de 20 anos para cá.

Aqui tem um gráfico bem detalhado explicando os últimos 18 anos, incluindo a última temporada:

nielsen

O levantamento volta até a temporada 1949-1950. Uma família assiste em média oito horas e 21 minutos por dia. Em 1949-1950 a típica família norte-americana assistia cerca da metade: 4 horas e 35 minutos.

Audiência TV americana – 02/11

O jogo 5 do World Series impressinou a todos e deu 17.1 milhões de telespectadores para a Fox e 5.3 pontos na demo qualificada 18-49. A audiência foi 33% maior do que o mesmo dia e horário há um ano atrás, e foi o Jogo 5 mais assistido e melhor qualificado desde 2003 (Yankees Vs. Marlins).

THE BIG BANG THEORY

Enquanto isso, a CBS voltou a exibir seus seriados depois de muitas reprises na semana passada. ‘How I Met Your Mother’ (8.8 milhões e 3.5 pontos), ‘Accidentally on Purpose’ (8.1 milhões e 3.1 pontos) ficaram estáveis. Já ‘Two And a Half Men’ (13.5 milhões e 4.4 pontos) e ‘The Big Bang Theory’ (12.7 milhões e 4.7 pontos) cairam 8% e 11%, respectivamente, assim como ‘CSI: Miami’ que fechou a noite com 9.4 milhões e 3.6 pontos.

A ABC exibiu ‘Dancing With the Stars’ (16.7 milhões e 3.4 pontos) e ‘Castle’ (9.4 milhões e 2.4 pontos). As duas séries tiveram quedas ligeiras.

Já a NBC, ah a NBC… ‘Heroes’ até que subiu um pouquinho, fechando em 6.2 milhões e 2.6 pontos. ‘Trauma’ foi bem depois de ter sido cancelada semana passada pela emissora. Fechou em 5.8 milhões e 1.9 ponto. Já ‘The Jay Leno Show’ caiu um pouco e atingiu novo recorde negativo nas noites de segunda-feira: 3.9 milhões e 1.2 ponto.

A CW exibiu ‘One Tree Hill’ (2.3 milhões e 1.1 ponto) em queda de 15%, e ‘Gossip Girl’ (2 milhões e 1.0 ponto), em queda preocupante de 17%.

ABC anuncia retorno de Scrubs

A ABC anunciou esta semana a data oficial do retorno de ‘Scrubs’. A comédia veterana voltará ao ar no dia 1 de dezembro às 21h, uma terça-feira. Após a season premiere, a série muda para as terças-feiras, no mesmo horário, onde a partir da semana seguinte terá ‘Better Off Ted’ como companhia.

scrubs

A nona temporada da comédia vem sendo chamada até aqui de ‘Scrubs 2.0’, já que o show deixa de ser ambientado em um hospital, ganha novos sets e personagens.

Audiência TV americana – 28/09

A noite era de expectativa por conta da series premiere de ‘Trauma’, nova série de ação da NBC sobre paramédicos. E a estréia foi decepcionante, ficando em último lugar no slot das 9pm e falhando em reter a audiência de ‘Heroes’, lead-in do programa. A volta de ‘Lie to Me’ e sua segunda temporada obteve números modestos.

trauma

A Fox ganhou a noite com ‘House’ em queda em relação a semana passada. 14.7 milhões de telespectadores e 5.8 pontos na demo qualificada 18-49: audiência 15% menor a da season premiere. ‘Lie to Me’ voltou com 7.7 milhões de telespectadores e 2.9 pontos na demo, perdendo 41% da audiência quando comparada a sua series premiere no começo do ano. Ainda assim, é uma audiência boa, e melhor que o retorno de ‘Prison Break’ na temporada passada, no mesmo horário.

Em segundo lugar, uma forte CBS com os segundos episódios de ‘Two And a Half Men’ (13.9 milhões de telespectadores e 4.8 pontos) e ‘The Big Bang Theory’ (13.3 milhões e 5.3 pontos). A segunda teve crescimento de 9% enfrentando ‘Trauma’ – semana passada enfrentou ‘Heroes’. Vale lembrar ainda outro dado importantíssimo: é a maior audiência da história do seriado nerd.

‘How I Met Your Mother’ se manteve firme mesmo sem Neil Patrick Harris que ficou fora do episódio devido as gravações do Emmy Awards. A série marcou 3.6 pontos e atingiu 8.7 milhões de telespectadores. Já ‘Accidentally on Purpose’ teve pequena queda de 6%, fechando o slot das 8pm com 8 milhões de telespectadores e 3.1 pontos na demo qualificada. ‘CSI: Miami’ fechou a noite da emissora com queda de 5%: 13.5 milhões e 4.1 pontos.

A ABC foi a terceira da noite mesmo com o episódio duplo de ‘Dancing With the Stars’ que abocanhou 3.7 pontos, atraindo 17 milhões de telespectadores. Apesar do número alto de pessoas assistindo, vale lembrar mais uma vez: o que realmente importa é a audiência qualificada, ou seja, pessoas de 18 a 49 anos. E nesta demo, o programa não foi bem e teve queda de 12%. ‘Castle’ voltou regular com 9.6 milhões de telespectadores e 2.3 pontos na demo: números suficientes para uma temporada completa, caso a série consiga se manter neste patamar.

Em quarto lugar, a NBC e o segundo episódio de ‘Heroes’: 5.7 milhões de telespectadores e 2.5 pontos – queda de 11%. Já ‘Trauma’, a estréia da noite, teve queda de 23% quando comparada a estréia de ‘My Own Worst Enemy’, no mesmo horário, há um ano atrás: 6.7 milhões de telespectadores e 2.2 pontos na demo. Além disso, a crítica pegou pesado com o seriado. Esta deve ser a única season premiere da série – que tem sim, chances de ganhar uma temporada completa. ‘The Jay Leno Show’ fechou a noite da emissora com 5.5 milhões e 1.7 pontos.

Em último lugar, a CW: ‘One Tree Hill’ fez 2.5 milhões de telespectadores e 1.1 ponto enquanto ‘Gossip Girl’ melhorou um pouco em relação a semana passada: 2.4 milhões e 1.2 ponto na demo.

The Good Wife e o fascínio pela humilhação pública

O prólogo de ‘The Good Wife’, novo drama da CBS, possui uma das melhores sequências da TV aberta nos últimos anos: Alicia e Peter Florrick, de mãos dadas, atrás de uma porta. Do outro lado desta porta, milhares de jornalistas esperam por uma coletiva de Peter (interpretado por Chris Noth, o Mr. Big de ‘Sex And the City’), político do estado de Illinois acusado de desviar dinheiro público e flagrado em câmera praticando sexo com prostitutas. A cena inteira tem como trilha sonora a batida violenta do coração de Alicia, magistralmente interpretada por Julianna Margulies, a boa esposa que dá título ao seriado.

thegoodwife

Com constantes revelações de escândalos políticos nos Estados Unidos, ‘The Good Wife’ não poderia ter vindo em melhor hora. Além de preencher um espaço vazio que outrora já foi de séries como ‘The West Wing’, ‘Spin City’ e até ‘Commander in Chief’, a série tem uma áurea “‘Damages’ para tv aberta”, ou seja, uma trama complexa mas com menos reviravoltas e sem flashbacks.

O piloto avança seis meses. Após a prisão de Peter, que sempre que possível alega inocência – pelo menos no que se refere as acusações de desvio de dinheiro público -, Alicia é obrigada a enfrentar o papel de chefe da família, retomando sua carreira de advogada, a qual não exercia há 13 anos, tempo dedicado exclusivamente aos filhos e ao marido. Ela é contratada por uma grande firma de advocacia, onde se torna uma associada-junior e sofre com os maltratos da única sócia do sexo feminino da firma: Diane, em ótima interpretação de Christine Baranski. Alicia é quase uma figura pública e sua chegada na firma se torna conversa de corredor, mas como diz Diane em determinado momento do piloto, apontando para uma foto sua com Hilary Clinton: “Se ela consegue, você consegue”.

A protagonista é logo designada para um caso praticamente perdido pela firma por falta de novas testemunhas a favor do acusado. Enquanto corre contra o tempo para provar que é capaz de dar um novo rumo ao julgamento, ela precisa se preocupar com o jovem Cary Agos (Matt Czuchry, o Logan de ‘Gilmore Girls’), outro novo associado-junior da firma, que disputa com ela um único cargo de sócio que será aberto pela firma alguns meses dalí, além de sofrer nas mãos de juízes e promotores, muitos deles inimigos de seu marido.

Fora do trabalho, Alicia ainda tem sua sogra que agora cuida de seus filhos (Grace e Zach) e a desilusão de Peter, que acredita que uma apelação de seu caso esteja muito próxima de acontecer. Ao mesmo tempo em que demonstra o mínimo de compaixão indo visitar seu marido na cadeia, a interpretação de Margulies passa a imagem de uma mulher segura, que sim, decidiu permanecer ao lado de seu marido, mas é tão fria e tão distante que sua raiva se torna clara ao dizer para Peter que está pouco se lixando para sua apelação, enquanto circula na Internet um vídeo dele chupando os dedos de uma prostituta.

O perigo de uma série como ‘The Good Wife’ é justamente sua superioridade intelectual perante ao básico da programação aberta. Mas os criadores, Robert e Michelle King (marido e mulher), parecem buscar um balanço pleno entre o drama serializado de uma mulher traida e humilhada, e a história de uma mulher com um novo emprego disposta a dar a volta por cima. ‘The Good Wife’ não possui um grande mistério que demorará toda uma temporada para se desvendar, o que ajuda a criar mais facilmente uma base de telespectadores – um público menos exigente que busca apenas entretenimento. O fato de ser um show com boa publicidade e ser exibido pela CBS ajuda muito, já que qualquer arroz com feijão na emissora, quando bem trabalhado, logo torna-se um hit.

Audiência TV americana – 23/09

WOW! A noite não poderia ter sido mais perfeita para a ABC que ganhou a noite estreando suas duas novas comédias: ‘Modern Family’ e ‘Cougar Town’. A primeira, protagonizada pelo veterano Ed O’Neill, estreou aos olhos do público com 4.3 pontos na demo 18-49 e seduziu 12.7 milhões de telespectadores. Já Cougar, nova comédia de Courteney Cox, atingiu 11.4 milhões de telespectadores, fazendo os mesmos 4.3 pontos na demo qualificada.

modern

As novas comédias cresceram 34% em relação a ‘Dancing With the Stars’ (14.9 milhões de telespectadores e apenas 3.2 pontos), programa exibido no slot anterior. Engraçado notar aqui, que tais números talvez teriam causado desespero na CBS, mas na ABC, canal que tem muita dificuldade em produzir comédias de sucesso, é definitivamente algo a se comemorar. É a maior audiência de um debut de segunda-feira desde que ‘Samantha Who’ estreou na emissora, dois anos atrás. Além disso, a audiência das comédias foi 30% maior que a de ‘Accidentally on Purpose’ e 13% maior que a de ‘Community’.

Agora, apesar da excelente audiência de ambos os programas, as críticas não poderiam ter sido mais opostas. Enquanto a crítica especializada chama Family de “a melhor comédia da fall season”, não há uma resenha favorável à Cougar. O jeito é esperar semana que vem e ver como a série de Cox fica na audiência.

No slot das 10pm, a premiere de ‘Eastwick’ atraiu 8.5 milhões de pessoas, fazendo 3.0 pontos na demo e perdendo 30% da audiência das comédias. Mas o número ainda é bom: 25% maior que a premiere de ‘Dirty Sexy Money’ ano passado.

A ABC e a CBS travaram batalha pelo primeiro lugar na demo qualificada (com vitória da ABC), mas a emissora com maior número de telespectadores foi a CBS, que exibiu o retorno de ‘The New Adventurous of Old Christine’, atraindo 7.7 milhões de telespectadores e marcando 2.3 pontos na demo, números parecidos com aos da premiere de ‘Gary Unmarried’, que fez 2.4 pontos na demo, abocanhando 7.3 milhões de telespectadores.

Já no slot seguinte, a premiere de ‘Criminal Minds’ voltou em queda de 11%: 15.4 milhões de telespectadores e 4.2 pontos na demo, enquanto ‘CSI: NY’ atraiu 14.6 milhões e marcou 4.0 pontos, mesma audiência de sua premiere no ano passado.

Já a Fox ficou em terceiro na noite com outro episódio de ‘So You Think You Can Dance’ (5,6 mihões de telespetadores e 2.5 pontos – números um pouco melhores que os da semana passada). ‘Glee’ teve queda de 6% atraindo apenas 6.6 milhões de telespectadores e 3.0 pontos na demo. Em outra emissora, a série estaria decretada ao fracasso. Por ser da Fox, já tem temporada completa de 22 episódios garantida.

Em quarto lugar na noite, a NBC estreou ‘Mercy’ que fz 2.3 pontos e atingiu 8.2 milhões de telespectadores, número 8% menor que o da premiere de ‘Knight rider’ ano passado. Já ‘Law & Order: SVU’ sofreu um grande baque com perdas de elenco e caiu 34%, fazendo 2.5 pontos e atraindo 8.4 milhões de telespectadores. No slot seguinte, o famigerado ‘The Jay Leno Show’ se manteve estável: 2.0 pontos e 6.4 milhões de telespectadores.

Em último lugar, adivinha? A The CW, que estreou o drama teen ‘Beautiful Life’, estrelado por Mischa Barton, com resultado pífio: 0.5 ponto na demo e apenas 1.1 milhão de telespectadores. Já ‘America’s Next Top Model’ fez melhor e foi visto por 2.8 milhões de telespectadores, fazendo 1.3 pontos na demo qualificada.


Editor


Pedro Beck é jornalista e crítico de TV.


Contato:
pedrobeck@gmail.com

Categorias