Posts Tagged 'Boone'

Ator de Lost não quer voltar para temporada final

É a série mais hypada dos últimos anos. Uma das séries mais cultuadas da história da televisão. Um dos programas mais assistidos por todo o mund. E mesmo assim, um dos atores do elenco principal não deseja voltar para a temporada final de ‘Lost’.

lostfinalseason

Fontes dentro da ABC afirmam que apesar de todo o elenco original da série já ter dado as caras no Havaí para gravações da temporada derradeira, um membro em particular ainda não apareceu nem parece que vai aparecer nos sets de gravação da série.

Quem será?

A pessoa ligada a emissora não fala quem é, mas diz que é alguém que assumiriamos que gostaria muito de voltar. Quem com certeza não é, é Ian Somerhalder, o Boone, que foi visto esta semana no estado norte-americano gravando cenas para o programa.

Palpites?

Vampire Diaries

Vampire Diaries é uma tentativa desesperada da CW, emissora que dedica 101% de seus shows aos adolescentes, de se aproveitar do sucesso que filmes e séries de vampiro tem alcançado. E a série é justamente uma mistura das duas maiores referências do gênero atualmente: Twilight e True Blood.

Criada por Kevin Williamson, ele mesmo, criador de Dawson’s Creek, e Julie Plec, a série conta a história de dois irmãos, Stefan e Damon, envolvidos com a mesma menina, Elena (Nina Dobrev). Oi? True Blood? Twilight?. Enquanto Stefan, interpretado por Paul Wesley, que há 10 anos tem 17 anos em todas as séries que faz, é um vampiro do bem, seu irmão Damon, interpretado por Ian Somerhalder, o Boone de Lost, é oposto: louco por sangue fresco de adolescentes virginais.

vampire1

O grande problema da série é ter escolhido se levar a sério e ainda assim, ser hilária. Cada cena, cada take, cada expressão, cada diálogo, é um emaranhado dos últimos 30 anos do gênero – na TV e, principalmente, no cinema. Porém, este emaranhado é negativo, pois Vampire Diaries decide por utilizar apenas o que há de pior na mitologia dos vampiros e nas principais referências das últimas décadas. Veja bem, estamos falando de névoa em todo lugar que a protagonista vai, uma melhor amiga vidente, um vampiro protagonista do bem que é tão estiloso que arranca a última gota de puberdade de todas as meninas que o olham, uma protagonista irritante que passa todo o piloto narrando seus sentimentos e os escrevendo em um diário.

Quanto a mitologia, é mais que surreal, é arbitrária. Williamson decide por seguir firme com histórias tipo “você tem que me convidar para entrar”, mas permite que seus vampiros circulem pela luz do sol com o infeliz pretexto de que o protagonista usa um anel de alguma forma especial, que o permite peregrinar por aí a qualquer hora. Não é uma forçação de barra, é um insulto a inteligência de quem assiste.

Mas tudo bem, pois o target da emissora é justamente meninas adolescentes (mais especificamente, o target 18-34), e pensando assim, Vampire Diaries pode muito dar certo: enquanto séries como Melrose Place e 90210 possuem mulheres anoréxicas supostamente maravilhosas e jovens modelos que sem o mínimo de expressão, aqui, a coisa funciona um pouco melhor e se não levada a sério, a série pode sim ser divertida, o chamado guilty pleasure (aquela série em que assistimos morrendo de culpa e não contamos pra ninguém).

E a CW ganha mais pontos pelo piloto ter ido bem na audiência: enquanto o piloto de Melrose Place teve um desempenho pífio, Diaries atraiu impressionantes 4,91 milhões de telespectadores, se tornando o piloto mais assistido da história da CW, marca excelente para toda e qualquer pretensão da pequena emissora. Já no target 18-34, os vampiros alcançaram uma média ótima de 3.1 pontos segundo a Nielsen, sistema de medição de audiência dos EUA.

vampire2

Em suma, o piloto abre alguns leques para se desenvolver. Histórias boas podem sim surgir dos primeiros plots. Mas é preciso deixar claro que estas histórias não têm a menor intenção de chocar, causar burburinho ou inovar: Vampire Diaries é um remendo de cliches que dá certo atingindo seu público alvo, e com a experiência de Williamson por trás, tem tudo para se tornar o novo hit adolescente e carro chefe da CW, com Supernatural entrando em sua provável derradeira temporada, e One Tree Hill caindo na audiência após perder seu casal protagonista.


Editor


Pedro Beck é jornalista e crítico de TV.


Contato:
pedrobeck@gmail.com

Categorias